quinta-feira, 18 de julho de 2013

O Tombo



Caiu e ficou. Não se moveu. Não quis se levantar.
Na cabeça, folhas em branco de um caderno perdido. Esquecido, a espera de um autor.
No coração, um aspirante a artista, se expressando de forma abstrata. Jogando camadas sobre camadas, sem nunca encontrar o tom.

___
Fly Love ~ Jamie Foxx

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Quentes, por favor.

Tem dias que eu vivo de passado.


Aquele abraço.. a tarde no sítio... a noite jogando videogame.. a buzina do carro... o vinho barato em copo de plástico...
Aquele perfume. Aquele olhar. Aquele sorriso safado.

Cada minuto que passa, é um ano que volta.
Uma lembrança ou uma vontade.
Um outro ponto de interrogação...

Mas eu me canso, eu me distraio. Mudo o rumo e observo de soslaio "distraindo a vida, vou traindo minha sina, distraindo decisão (...)"
Tem dias que o presente é passado. Espaço-tempo me incomoda.

___
Folia no Meu Quarto ~ O Teatro Mágico

terça-feira, 7 de maio de 2013

Antítese

Me roubou a ação, meu verbo.. 
E me largou no meio de prefixos


O antagonista.

____
Under the weather - KT Tunstall

domingo, 7 de abril de 2013

Something

~Achados e perdidos do Caderno de lixos mentais~

"Acho que me perdi na canção. Aquela que fala sobre amor e outras merdas.."



As vezes gosto. As vezes não.
Coloco no papel tudo aquilo que gostaria de dizer. Mas por indecisão e/ou covardia, traduzo em palavras o que deveria ser ação.
As vezes gosto de você. As vezes não me lembro de você. Mas de todas as vezes que nos encontramos, não houve uma que não me fizesse bem. Bom saber que você existe.
Gosto das suas risadas. Da sincera, da sem graça, da falsa e da curiosa. Gosto quando olho para você e noto que me olhava. Quando um comentário inconveniente vira uma troca de olhares sacanas. Quando me puxa pra uma dança.
Gosto de você e gosto dessa inconstância. Gosto do platônico que criei dentro de mim. E da vontade fugaz de, por um instante, também te fazer sentir assim.
As vezes não gosto de você.
As vezes sim.

Reservei pra você pensamentos escritos
sinceros sorrisos
a cor mais vermelha que consegui compor.


___
Something - The Beatles

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Vagueando

Talvez se eu fechar os olhos e simplesmente ignorar, tudo isso desapareça de dentro de mim.




___
Altar particular ~ Maria Gadú

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O amor é a verdadeira sacanagem


Pessoas sorriem quanto correm pra se proteger da chuva.
Pessoas sorriem quando conseguem entrar no metrô quando a porta esta fechando.
Pessoas sorriem quando, ao atravessar uma rua movimentada, olham para trás e descobrem que o/a amigo/a ficou do outro lado da rua.
Pessoas sorriem quando conseguem uma pequena vitória interna cotidiana.
Pessoas sorriem quando encontram o que queriam a muito tempo.
Pessoas sorriem quando fazem careta.
Pessoas sorriem quando dançam de uma forma careta.
Mulheres sorriem quando veem um homem bonito na rua e ele sorri para elas.
Homens sorriem quando veem uma mulher bonita na rua e ela sorri para eles.
Crianças sorriem quando veem um cachorro.
Eu sorrio quando desenho e acho o desenho legal.
E você? Sorri quando? :)


___
Gatas Extraordinárias ~ Cassia Eller

Não são vocês, sou eu!

Me perturba a forma como discute sobre tudo que eu falo. Me incomoda o fato de me apoiar a fazer algo que eu queira fazer, mesmo que isso não tenha o menor sentido. Estranho a forma como anda, como come, como fala. Por vezes me pego irritada com você por uma situação que aconteceu apenas na minha cabeça. As vezes gostaria que não me desse nem oi. E as vezes acho ruim o fato de me dar só um oi. Não gosto da forma como me olha. Não gosto da forma como não olha pra mim. Me irrita quando me ignora. Me entristece quando não me envolvem. Me perturba a forma como você me perturba. E me irrita todas as vezes que fica irritado comigo. Não tenho paciência pras suas longas explicações, nem tenho paciência pras suas respostas muito curtas mas pouco objetivas. Não sei como agir com suas perguntas diretas, tão pouco com as perguntas rodeadas e histórias buscando alguma resposta de forma indireta. Não gosto de joguinhos mentais/psicológicos. Não gosto que me envolvam na história. Não gosto quando interpreta da forma errada uma situação ou faz com que me sinta idiota por não aceitar a minha explicação, como se ela não fosse válida. Vocês me irritam. Mas basicamente me irrito por me irritar com tantas coisas em vocês, justamente por gostar tanto de todos. E por isso tudo não fazer o menor sentido e mesmo assim continuar existindo dentro de mim.

___
Hands Clean ~ Alanis Morissette